Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

  • Mestrado ou Pós-Graduação: O que é? Diferenças e Requisitos necessários!

    Vai optar por mestrado ou pós-graduação? Se ainda não sabe, este artigo pode ajudar

     

    Diferença entre Mestrado e Pós-Graduação

     

    A pós-graduação pode ser entendida como uma especialização, ideal para aprofundar uma área específica. A pós-graduação não confere grau académico e pode demorar entre 3 meses a 1 ano.

     

    O mestrado demora, em regra, 2 anos e tem a vertente mais académica. O mestrado confere grau académico, é fundamental para quem pretende dar aulas ou seguir investigação.

    O mestrado pode já fazer parte da licenciatura, ou seja, mestrado integrado ou pode inscrever-se anos mais tarde após terminar a licenciatura.

     

    mestrado-ou-pos-graduaçao-qual-escolher.jpg

     

    Quem pode fazer mestrado ou pós-graduação?

     

    Para que se possa inscrever num mestrado ou pós-graduação, é necessário que ja tenha uma licenciatura.

     

    Quanto custa um mestrado ou pós-graduação?

     

    Os preços vão variar de faculdade para faculdade e podem ser influenciados por fatores como a reputação, localização ou curso a escolher, mas não conte abaixo dos 1000€.

     

    Optar por mestrado ou pós-graduação?

     

    Se pretende atualizar conhecimentos numa área específica, a pós-graduação é o ideal para si.

     

    Se pretende adquirir conhecimentos para aplicar em análise, definição e solução de projetos, o ideal será mestrado.

     

    Quando fazer o mestrado ou pós-graduação?

     

    As universidades estão a incentivar cada vez mais os alunos a fazerem o mestrado ou a pós-graduação logo de seguida à licenciatura, mas pode não ser a melhor opção.

    A experiência profissional durante alguns anos, após a licenciatura, pode ser importante para tomar a melhor decisão no mestrado ou pós-graduação a fazer.

    Quais os melhores países para fazer Erasmus?

    Saber quais são os melhores países para fazer Erasmus não é assim tão fácil. Os protocolos das universidades variam e o destino que tanto pretente pode não estar disponível. Há fatores como as vagas, as notas e orçamento familiar que vão ter uma grande interferência.

     

    Há quem defenda que Erasmus devia ser obrigatório para todos os estudantes do ensino superior. O aluno que faz Erasmus conhece outra forma de ensino, outras pessoas, outras culturas, ganha amigos, torna-se mais independente, desenrascado, ganha uma segunda língua e melhora o seu curriculum vitae.

     

    quais-os-melhores-paises-para-fazer-erasmus.jpg

     

     

    Poderás optar por exemplo por Paris, Newcastle, Madrid, Berlim, Viena ou Copenhaga. Cada país tem algo diferente para aprender.

     

    OS MELHORES PAÍSES PARA FAZER ERASMUS

     


    - ESPANHA

    É muito popular para Erasmus. A proximidade, ensino e língua semelhante facilitam. Pode optar por Andaluzia ou Barcelona por exemplo.

     

    - ALEMANHA

    Há sempre universidades alemãs no ranking das melhores universidades. Berlim pode ser uma grande escolha!


    - ITÁLIA

    Bolonha é a segunda maior cidade em toda a Europa para intercâmbio Erasmus. Tradição, bom ambiente e localização são fatores a ter em conta.

     

    - REINO UNIDO

    Em Londres, Cambridge ou Oxford tem as melhores univerdades do mundo. A cultura diversificada e o ensino de topo atrai muitos alunos para Erasmus.


    - FRANÇA

    Em Paris não falta arte, design e moda. Existem excelente universidades, como é caso da Sorbonne, mesmo no centro da cidade.

    Onde estudar Medicina? Os melhores países para tirar o curso são...

    Optou por tirar o curso de medicina? Saiba já quais são os melhores países do Mundo para estudar medicina.

     

    Em Portugal, o curso de medicina é de difícil acesso, uma vez que as médias nunca estiveram abaixo dos 18 valores.

     

    Tudo isto, faz com que muitos jovens, todos os anos, tentem o seu sonho fora do país, uma vez que existem países que têm condições mais acessíveis para tirar o curso de medicina.

     

    os-melhores-paises-do-mundo-para-estudar-medicina.

     

    Quando se vai estudar para fora, é preciso ter em conta custo de propinas, nível médio de vida, recetividade académica e reputação. Por isso vamos ajudar a fazer a melhor escolha.

     

    OS MELHORES PAÍSES PARA ESTUDAR/TIRAR O CURSO DE MEDICINA

     

    LETÓNIA

     

    A Letónia é um país apetecível para estudar medicina e uma das grandes vantagens é as propinas serem baixas. Um curso de medicina de 6 anos fica por 51 mil euros. Não existe média de entrada e o candidato terá apenas de fazer exames de Biologia, Química e Matemática. O custo médio de vida é muito mais acessível e facilita uma longa estadia.

     

    REPÚBLICA CHECA

     

    A República Checa tem fama no que diz respeito a medicina, com especial destaque para as universidades Charles e a Palacky University. A Charles University é uma das melhores universidades do mundo para estudar. O custo de vida é também reduzido e tem uma excelente localização geográfica.

     

    ESLOVÁQUIA

     

    Está a ganhar pontos no que diz respeito a medicina e trata-se de uma excelente alternativa para fazer o curso de medicina a custos inferiores à media europeia. Há um custo de 8500 euros de propinas anuais com os livros já incluídos. Tem como faculdade de referência a Pavol Jozef Safarik University (PJSU).

     

    HUNGRIA

     

    É o destino mais apetecível para tirar o curso de medicina. O custo médio de vida baixo convida, mas as propinas são um pouco superiores. Na Hungria há protocolos, o que permite aos alunos estudarem um ano nos Estados Unidos da América e a partir do 3º ano também é possível estudar um ano em Portugal, através do programa Erasmus. Se quiser tirar o curso de medicina na Hungria vai precisar de 60 mil euros para as propinas.

    Inscrição no Centro de Emprego: Como, Onde, Prazos e Documentos que precisa!

    É importante perceber tudo o que precisa para se inscrever no centro de emprego, quais os prazos, onde fazer e documentos necessários.

     

    Se procura trabalho deve fazer já a inscrição no centro de emprego. A inscrição no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP)  permite-lhe aceder a outros serviços, disponíveis para desempregados, como para quem iniciou agora o trabalho.

     

    ONDE DEVE FAZER A INSCRIÇÃO NO CENTRO DE EMPREGO?

     

    Pode fazer a inscrição online, através do site IEFP, mas é melhor dirigir-se ao centro de emprego da sua área de residência.

     

    como-inscrever-no-centro-de-emprego.jpg

     

    QUE DOCUMENTOS PRECISA PARA INSCRIÇÃO NO CENTRO DE EMPREGO?

     

    - Apresentar o documento de identificação (Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão, Cartão de Beneficiário da Segurança Social e Número de Identificação Fiscal – o cartão de contribuinte – no caso de cidadãos nacionais;

    - Passaporte ou bilhete de identidade estrangeiro, caso se tratem de cidadãos oriundos de um dos Estados- Membro da União Europeia – UE; ou autorização de permanência em território nacional, para cidadãos provenientes de países externos à UE);

     

    DEVE TER TAMBÉM:

    - 16 anos de idade ou mais;

    - Escolaridade obrigatória completa;

    - Estar disponível para aceitar um emprego, de acordo com o seu perfil profissional;

    - Capacidade comprovada para exercer uma atividade profissional.

     

    PARA QUE SERVE A INSCRIÇÃO NO CENTRO DE EMPREGO?

     

    A inscrição no Centro de Emprego permite-lhe encontrar trabalho mais rápido e aceder  a diversos serviços, tais como:

    Cursos de formação; Programas e medidas de apoio ao emprego; Informação sobre o mercado de trabalho ou dicas para procurar emprego; Informação sobre os mecanismos de proteção social em caso de desemprego (como o subsidio de desemprego ou outros); Acesso a ofertas de emprego; Divulgação do seu Curriculum Vitae (CV) junto de recrutadores.

     

    PRAZOS PARA INSCRIÇÃO NO CENTRO DE EMPREGO

    Para quem está a começar não tem qualquer prazo, mas quanto mais cedo melhor. Para quem ficou desempregado deve fazer a inscrição no Centro de Emprego assim que possível, para que possa requerer o subsídio de desemprego.

     

    A inscrição é muito simples e não tem nada a perder. O centro de emprego não garante emprego, mas há muita coisa que pode aproveitar neste tipo de serviço, nomeadamente as ofertas de emprego constantes que costumam surgir.