Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

  • Os 10 alimentos que os cães não podem comer

    Quando temos cachorro em casa, ficamos sempre na dúvida sobre a sua alimentação. Para quem já está habituado, sabe bem o que os cães devem comer, quais os alimentos tóxicos para cães, os alimentos mais saudáveis para o amigo de quatro patas, enfim uma série de cuidados que quem não tem tanta experiêcia, ainda anda à descoberta.

     

    Hoje aqui pelo N Dicas confessamos que adoramos cães e por isso vamos dar-vos uma lista de 10 alimentos que os cães não podem comer.

     

    os-alimentos-que-os-caes-nao-podem-comer.jpg

     

     

    Afinal, quais são os alimentos mais perigosos para os cães?

     

    1) Leite

    É verdade que este alimento é um dos primeiros a ser consumido pelos cachorros, contudo, alguns deles podem ser intolerantes à lactose e acabar por ficar com vómitos e diarreia. Tenha muita atenção!

    2) Uvas

    Este parece um pequeno fruto indefeso, mas é um dos mais perigosos para cães, o consumo deste pequeno alimento pode levar à falência renal, que pode provocar a morte do cão em 3/4 dias.Além deste perigo, causa vómitos, diarreia e falta de apetite.

    3) Chocolate

    Este é um dos alimentos que praticamente todos nós sabemos que o cão não pode mesmo comer. Porquê? Além de provocar a cegueira a longo prazo, o chocolate contém xantina, um composto que pode provocar vómitos e convulsões, aumenta a temperatura corporal do animal e pode mesmo causar a morte.

    4) Café e Chá

    Parece parvoíce mas é a mais pura realidade no mundo animal, o café e o chá também contêm xantina o que pode provocar palpitações, dores abdominais e causa a morte ao animal.

    5) Bacon

    Este é um dos alimentos mais saborosos que os cães choram por mais, maaas, causa pancreatite e posteriormente o cão pode deixar de conseguir absorver nutrientes e consequentemente gerar mais problemas digestivos. Muito perigoso!

    6) Bebidas alcoólicas

    Verdade seja dita, as bebidas alcoólicas não fazem bem nem a cães nem a humanos, causa danos no cérebro e provoca vómitos, diarreia, tremores, convulsões e em alguns casos o coma.

     7) Alho e cebola

    Os componentes do alho e da cebola são bastante agressivos para o organismo do cão, atacam as células vermelhas e deixam o animal de estimação cansado e sem energia. A cor da urina pode ficar alaranjada e em casos mais grave pode mesmo ter que proceder a uma transfusão de sangue. Estes alimentos devem mesmo ser excluídos da alimentação dos animais.

    8) Massa de pão crua

    A ingestão desta mistura pode acabar por fermentar no estômago do animal e provocar a ruptura intestinal.

    9) Talo de maçã

    O talo de maça parece indefeso na alimentação do cão mas por conter glicosídeos cianogénicos, pode provocar tonturas, desmaios, convulsões, hiperventilação e em casos mais grave o coma.

    10) Nozes de macadâmia

    Este é um dos estudos mais recentes no que diz respeito à alimentação canina, as nozes de macadâmia podem dar fraqueza ao animal e incapacitar as patas de trás. Além de ficarem incapazes de andar, pode levar à depressão, vómitos, hipotermia e tremores.

     

    Estes são os alimentos que deve evitar a todo o custo dar ao seu cão. Visto que ele traz tantas alegrias à casa, merece toda a consideração e ser tratado com muito carinho. Lembre-se! Os animais querem tudo o que nós comemos, podem até delirar com estes alimentos mas ao dar um pouquinho que seja está a matar o seu amigo de quatro patas aos pedaços! Por isso resista à tentação e mesmo que ele amue ou faça olhinhos, persista, é para o bem dele e para o seu. Verdade seja dita, quando um animal anda triste ou doente o próprio dono também fica afetado. Portanto, vamos ter em conta esta lista de alimentos e comer de forma saudável junto do seu melhor amigo!

    Spinner: O que é e quanto custa?

    Spinner! Se já ouviu falar neste nome certamente está super curioso para saber o que é, quanto custa, descobrir como e onde pode comprar o spiner e se em Portugal existem spinner raros.

     

    Fidget Spinner o que é?

    O fidget sppiner também conhecido por hand spin é um brinquedo giratório pensado especialmente para crianças e adolescentes. Contudo, o pequeno objecto teve tanta influência nas crianças e adolescentes como nos adultos. É brinquedo composto por um rolamento feito com diversos materiais, desde latão, a aço inoxidável, titânico, cobre e plástico.

     

     

    spinner-o-que-e-e-quanto-custa.jpg

     

    Spinner para que serve?

    Aqui coloca-se uma questão que levantou diversas polémicas. O sppiner inicialmente foi desenvolvido para crianças e adolescentes com determinados problemas de concentração, como é o caso das crianças autistas, hiperactivas ou crianças que sofrem de muita ansiedade. Contudo, estudos realizados posteriormente constataram que afinal este pequeno objecto pode ter um efeito contrário e provocar nervos e ainda mais distracção do que o habitual.

    Independentemente do que se diz, a resposta a esta questão é muito simples: Alívio de stress.

     

    Qual o impacto dos sppiners em Portugal?

    Estes pequenos objectos foram criados na década de 90, mas os sppiners tiveram real impacto em Portugal no início de 2017. Sendo que algumas escolas este ano proibiram a utilizam dos spinners devido à falta de concentração dos alunos nas salas de aula.

     

    E você chegou a experimentar o poder do Sppiner? Partilhe a sua opinião connosco!

    15 Restaurantes Bons e Baratos Porto e Lisboa

    Chegamos ao fim-de-semana, hoje vamos apresentar 15 restaurantes bons e baratos que conciliam a qualidade/preço de uma forma fantástica.

     

    Podiamos anunciar 15 restaurantes espalhados por todo o país mas hoje vamos focar-nos no grande Porto e na grande Lisboa!

     

    Além da oferta destes restaurantes ser extensa e bastante reconhecida internacionalmente, os melhores destacam-se não só pela relação qualidade/preço como pelo ambiente do espaço, pela prestação de serviço e simpatia do Staff conjugada com um excelente profissionalismo.

     

    restaurantes-bons-e-baratos-porto-e-lisboa.jpg

     

    Como melhores restaurantes bons e baratos em Lisboa nomeamos os seguintes: A Taberna Sal Grosso, bastante conhecido pela excelente localização e bom atendimento, a Cultura do Hambúrguer que respira Bairro Alto e que nos apresenta um espaço super descontraído ao mesmo tempo que nos permite deliciar as maravilhas gastronómicas da capital, Rosa da Rua também situada no Bairro Alto, é um espaço que surpreende tudo e todos com a sua decoração, Restaurante Ti Natércia é uma casa genuinamente portuguesa, apesar do espaço pequeno remete para um sentimento familiar quase como se estivesse a comer em casa da Ti Natércia, para quem gosta de cachorros quente a casa Frankie é sem dúvida a melhor opção, seguimos um novo estilo de vida e paramos no Jardim das Cerejas que é considerado um dos melhores restaurantes vegetarianos em Lisboa, para quem aprecia um bom peixe, o cantinho do bem-estar é paragem obrigatória para saborear o peixe galo e as gambas e amêijoas que são servidas nas entradas.

     

    Rumamos finalmente ao Porto, o melhor destino Europeu de 2017 e aqui podemos encontrar os melhores restaurantes bons e baratos com comida tipicamente tradicional.

     

    Em primeiro lugar seleccionamos a Petisqueira Voltaria, uma casa tipicamente tradicional com o melhor Tentúgal de sempre, vir ao Porto e não provar a francesinha não pode acontecer e por isso passe pelo Restaurante Santiago que foi considerado um dos melhores locais para comer francesinha. A Lareira é mais um restaurante de petiscos que não pode perder, desde as incríveis sandes de chanfana às batatas mais deliciosas do norte, DeGema é uma hamburgaria artesanal que além da simpatia do staff, brinda-nos com uma decoração super divertida e uma excelente qualidade de produtos a bons preços, o Restaurante Melhor Sabor é de paragem obrigatória para provar os timbais de frango, camarão, alheira e bacalhau, para quem é vegetariano o Espaço Compasso é o lugar perfeito, é uma casa que se orgulha de não se considerar um restaurante e além do ambiente familiar e descontraído, é um espaço capaz de o fazer sentir parte do staff. Energia positiva é a palavra de ordem!

     

    Vícios de mesa no maus hábitos é um local apaixonante, além de ser uma das casas que entra directamente para os restaurantes bons e baratos no Porto, é um restaurante em que a arte e a cultura contemporâneas assumem tanta importância como a gastronomia saborosa.

     

    Para terminar a nossa lista dos 15 restaurantes bons e baratos no Porto, salientamos ainda o Forno do Leitão do Zé para os amantes do prato típico da Bairrada. Para quem gosta do Forno do Leitão do Zé além do restaurante da baixa, ainda pode experimentar estas maravilhas no Mercado Bom Sucesso.

    Como plantar batatas, abacate, cebolas, gengibre e morangos em casa

    Ter uma pequena horta em casa dá muito jeito, além de nos ajudar a poupar algum dinheiro em legumes e frutas, ainda comemos o que produzimos. Hoje vamos dar algumas dicas de como plantar batatas, abacate, cebolas, gengibre e morangos em casa.

     

    Como plantar batatas em casa?

     

    Uma plantação que dá para qualquer tipo de casa/apartamento é colocar as batatas em vasos.

    São precisos apenas 5 passos para o efeito, siga as dicas:

    • Comprar sementes de batatas ou os chamados “Tubercólos”
    • Saber quando plantar as batatas

    Semeie em Fevereiro colha em Maio

    Semeie em Março colha em Junho/Julho

    Semeie perto de Abril colha em Agosto/Setembro

    Semeie em Maio/Junho e colha em Outubro

    Semeie em finais de Julho e colha em Novembro

    • Seleccionar um bom local para a batata germinar
    • Certificar que o vaso tem bastantes furos de drenagem
    • Preparar o ambiente de crescimento

    como-plantar-batatas-cebolas-em-casa-passo-a-passo

     

    Como plantar abacate em casa?

    Em 15 passos consegue criar o seu próprio abacateiro. Como? É simples, siga as dicas:

    • Remover o caroço do abacate;
    • Limpar o caroço com água morna;
    • Enfiar 2 palitos dos dentes em forma de cruz;
    • Encher um copo com água;
    • Colocar o abacate com os palitos na borda superior do copo (Os palito só vão permitir que apenas metade do abacate entre no copo;
    • Espere que o abacate brote uma pequena raiz (Está num bom caminho);
    • Troque a água a cada um ou dois dias para evitar a contaminação ou criação de fungos e bactérias;
    • Esperar pacientemente até que o caroço crie raízes;
    • Continuar a regar a planta conforme as necessidades;
    • Depois do abacate brotar diversas raízes, este é a altura ideal para escolher o melhor local para plantar o abacateiro. Nota - Este é um tipo de planta/arvora que só aguenta bem entre os 15,6ºC e os 29,4ºC;
    • Preparar o solo: O abacateiro cresce em qualquer pH, mas precisa de baixa salinidade e bastante drenagem;
    • Preparar o vaso: 50% de terra 50% de fibra de coco;
    • Preparar o caroço de abacate: Retirar o caroço germinado no recipiente da água e retirar os palitos com todo o cuidado;
    • Plantar o caroço no vaso;
    • Regar e cuidar do abacateiro todos os dias para o manter hidratado.

     

    Como plantar gengibre em casa?

     

    O gengibre deve ser plantado num solo fértil, drenado e rico em matéria orgânica, sendo que a altura do ano mais adequada é durante os meses mais quentes. O gengibre é a planta ideal para plantar dentro de casa, tendo em conta que precisa de ser protegida nos dias mais frios do ano.

    O gengibre deve ser colocado a 5 cm de profundidade e deve ter um espaço generoso entre as plantas para crescer.

     

    Como proceder durante a plantação do gengibre?

     

    A planta deve ser regada com frequência e a terra deve ser mantida húmida até as folhas ficarem amarelas. Após esta altura, a rega pode ser mais espaçada ou até mesmo interrompida até à sua colheita.

    Se os pedaços de raiz de gengibre ficarem expostos, devem ser amontoados com terra.

    Depois 7 a 12 meses após a plantação, já podemos colher o gengibre.

     

    Como plantar cebolas em casa?

    • Comprar sementes de cebola;
    • Começar a plantar 6 semanas antes do fim do Inverno;
    • Para as cebolas crescerem correctamente é necessário nitrogénio, portanto, aplique-o antes de semear;
    • Colocar 4 a 5 sementes por buraco;
    • Se começarem a ficar muito altas, pode podar até 7,5 cm ;
    • Escolher o melhor local para o crescimento da cebola, quanto mais ensolarado for o espaço melhor;
    • Coloque as cebolas a uma distância de 10 a 15 cm cada uma;
    • Regue com frequência e após as 100 semanas já as pode colher. Se quiser bulbos grandes aguarde pelas 175 semanas.

     

    Como plantar morangos em casa?

    • Comprar as sementes de morango na loja;
    • Colocar as sementes num vaso até 6 mm de profundidade, é obrigatório deixar pelo menos 152 mm entre elas (Colocar 3 em cada buraco);
    • Coloque um papel transparente para cobrir o tipo do vaso, este processo irá ajudar a manter a terra húmida;
    • Colocar o vaso num local ensolarado;
    • Regue mas sem exageros, mantenha a terra húmida mas não enxarcada;
    • Quando as sementes brotarem retire o papel transparente;
    • Quando aparecerem os primeiros morangos, deixe-os ficar vermelhos e assim que não resistir pode retirar e comê-los.