Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

  • Apendicite: Sintomas, Causas e Tratamento

    Hoje vamos falar sobre apendicite aqui pelo N Dicas! A apendicite aguda pode ser crónica, pode requerer cirurgia e há aspetos a ter em conta no tratamento pós operatório. É importante também perceber os sintomas da apendicite infantil e o mais comum na generalidade são gases.

     

    Trata-se de um tema bastante delicado que requer alguma atenção e por isso mesmo decidimos desvendar o que é realmente a apendicite, quais os seus sintomas, causas, possíveis tratamentos e cuidados a ter quando surge uma apendicite.

     

    apendicite-sintomas-causas-tratamentos.jpg

     

    Assim como o próprio nome indica, a apendicite é uma inflamação do apêndice, para quem tem alguma dificuldade em situar, podemos adiantar que é uma região do intestino grosso.

     

    Esta inflação da apêndice pode surgir por duas razões, obstrução por gordura e/ou fezes ou através de uma infecção gastrointestinal causada por um vírus.

     

    A apendicite é normal surgir entre os 10 e os 30 anos de idade, sendo que a intensidade dos sintomas variam de pessoa para pessoa. Os sintomas mais comuns da apendicite são as seguintes: dor abdominal junto ao umbigo que se intensifica à medida que se movimenta, estas dores pode ser acompanhadas por vómitos, náuseas, perdas de apetite e dores de cabeça. Se as dores forem do lado direito e se tornarem mais intensas e agudas, não hesite em contactar o médico.

     

    Sobre os tratamentos da apendicite fica a saber que não há qualquer tipo de tratamento caseiro, o comportamento mais correcto é dirigir-se para um hospital e falar com um médico porque normalmente a apendicite é tratada com cirurgia na hora. É-lhe removido o apêndice e é feito o tratamento necessário para a limpeza de pus acumulado! Se tem dores muito fortes não hesite em dirigir-se ao hospital, é o melhor que tem a fazer pela sua saúde e por si.