Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

  • Como NÃO pagar comissões bancárias e ter uma conta à ordem sem custos

    É cada vez mais difícil estar isento de comissões bancárias. As despesas de manuteção de contas bancárias estão cada vez mais elevadas e estão presentes em praticamente todos os bancos. Há comissões bancárias na Caixa Geral de Depósitos (CGD), BPI, Santander Totta, Millenium BCP e por aí fora.

     

    Com o custo das comissões de manutenção de conta cada vez mais elevadas, surge a necessidade de perceber qual o melhor banco para ter uma conta à ordem/corrente ou conta ordenado.

     

    COMISSÕES BANCÁRIAS: O QUE SÃO?

     

    As comissões bancárias são uma forma dos bancos ganharem dinheiro com as transações dos seus clientes. Existem comissões de manutenção de conta, por transferências interbancárias realizadas ao balcão e online, de anuidade dos cartões de débito e crédito, pela emissão de extratos adicionais, por levantamentos de dinheiro a crédito, dívidas e pagamentos de despesas com cheques.

     

    Há portugueses a pagar cerca de 100€ por ano só para ter uma conta à ordem.

     

    Há bancos que cobram mais de 10€ por mês só de comissões bancárias e há instituições bancárias a cobrar pelo serviço de tirar dinheiro da sua conta para a prestação da casa. E há comissões também só por levantar dinheiro ao balcão.

     

    como-nao-pagar-comissoes-bancarias.png

     

    Imagine que tem mais do que uma conta, no final do ano está a perder imenso dinheiro em custos de manutenção das contas bancárias. Esse custo pode ser evitado!

     

    Houve uma grande alteração do panorama dos bancos nos últimos anos e as comissões bancárias passaram a ser uma grande parte da receita.

     

    Um bom exemplo disso é a alteração nas comissões na Caixa Geral de Depósitos.

     

    Como alternativa credível e que pode ser uma vantagem para o cliente é ter uma conta de serviços mínimos bancários.


    O QUE É UMA CONTA DE SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS?

     

    Trata-se de uma conta com serviços bancários essenciais a custo reduzido, nomeadamente abertura de uma conta de depósito à ordem e respetivo cartão de débito.

     

    Os serviços mínimos bancários incluem : Abertura e manutenção de uma conta de depósito à ordem ; Disponibilização de cartão de débito para movimentação da conta;  Acesso à movimentação da conta de serviços mínimos bancários através de caixas automáticos, serviço de homebanking e balcões da instituição de crédito;
    Realização de depósitos, levantamentos, pagamentos de bens e serviços, débitos diretos e transferências intrabancárias nacionais, sem restrição quanto ao número de operações que podem ser realizadas.

     

    CUSTOS DE UMA CONTA DE SERVIÇOS MÍNIMOS BANCÁRIOS

     

    O custo não poderá ser superior a 1% do salário mínimo nacional, ou seja 5,57€ de acordo com o salário mínimo em 2017.

     

    ALTERNATIVAS PARA NÃO PAGAR COMISSÕES BANCÁRIAS/ CUSTOS DE MANUTENÇÃO DE CONTA

     

    É importante que se informe em primeiro lugar junto do seu banco e esclareça todas as possibilidades de estar isento de comissões bancárias, porque cada banco tem as suas regras e preçários. Os preçarios da Caixa Geral de Depósitos, difere dos preçários do BPI e dos preçários do Santander Totta.

     

    Se não conseguir ficar isento, há alternativas possíveis como banco CTT, o ActivoBank, o BIG, o Best e o BNI Europa.

    Todos os bancos são obrigados a ter preçário, o que é uma excelente maneira de fazer a melhor escolha possível.

     

    O Banco de Portugal apresenta também os preçários de todos os Bancos, o que permite obter uma comparação de todas as comissões bancárias que existem no mercado.