Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

N Dicas

As melhores dicas de finanças, automóveis, emprego, formações, saúde e lifestyle!

  • Arrendamento Jovem 2017: Como concorrer?

    Muitos são os jovens que hoje em dia procuram casa para arrendar e agora em 2017 prevê-se novamente um aumento.

     

    A pensar nesta situação achamos essencial abordar a questão do arrendamento jovens, explicar como concorrer, quem pode concorrer e quais são os documentos necessários para o efeito.

     

    arrendamento-jovem-como-concorrer-2017.jpg

     

    Para começar tem que estar super atento às datas das candidaturas, estas são submetidas através do Portal da Habitação e vai precisar de colocar o seu Número Fiscal e a senha do Portal das Finanças.

     

    Por norma, anualmente são abertas quatro candidaturas: Duas em Abril, outra em Setembro e a última em Dezembro.

     

    Para saber se tem direito pode utilizar o simulador disponível no portal.

     

    Compete ao Instituto de Habitação e Reabilitação Urbana avaliar as candidaturas e atribuir o montante, sendo que o subsídio é mensal e calculado em função dos rendimentos e do número de pessoas que compõe o agregado familiar, bem como a localização do imóvel.

     

    Este apoio de arrendamento jovem funciona durante um ano, mas pode prolongar-se para três, sendo necessária a renovação da candidatura.

     

    Quem pode candidatar-se ao arrendamento jovem em 2017? Os jovens com idade compreendida entre 18 a 30 anos.

     

    Sendo que existem excepções, como por exemplo os jovens que se apresentem como casal unido por casamento ou união de factos, a idade pode ir até aos 32 anos. Outra questão que deve ter em conta é que a morada fiscal deve ser a mesma da casa arrendada! Se quiser alterar este ponto pode fazê-lo directamente no portal das finanças, seleccionando a opção Entregar> Pedido> Alteração da morada.

     

    Com todas estas dicas é bom ter ciente que as pessoas com rendimentos mais baixos têm prioridade, ou seja, o rendimento mensal do agregado não pode exceder quatro vezes o salário mínimo.

     

    Para concorrer ao arrendamento jovem 2017 é necessário apresentar os seguintes documentos: documento de identificação, contrato de arrendamento, última declaração de IRS, comprovativo de outros rendimentos, indicação da conta bancária onde será depositado o subsídio, endereço de email e outros documentos que possam ser pedidos na hora, mas estes são indispensáveis ao arrendamento jovem.

     

    arrendamento-jovem-como-concorrer.png

    Contrato de Arrendamento: Rescisão? Tudo o que deve saber!

    O contrato de arrendamento levanta muitas questões e hoje em dia os jovens em vez de comprar casa, preferem arrendar um espaço. A pensar nesta realidade cada vez mais presente, decidimos aqui pelo N Dicas escrever-lhe sobre a rescisão do contrato de arrendamento e tudo o que deve saber relativamente a este assunto.

     

    contrato-de-arrendamento-rescisão-tudo-o-que-deve

     

    É a lei nº31/2012 de 14 de Agosto que vigora todas estas questões e que o podem ajudar a resolver alguma questão sobre o contrato de arrendamento.

     

    Esta é a mesma lei que nos define que o contrato pode celebrar-se com prazo certo ou por duração de tempo indeterminado. Sendo que após a primeira renovação do contrato com prazo certo, o arrendamento passa a ter duração indeterminada.

     

    Se porventura pretende rescindir contrato, existe uma diferença de tempo a nível de comunicação entre o senhorio e o arrendatário que se apresenta da seguinte forma:Senhorio ( Previsto na lei à luz do artigo 1097º)

     

    Se o contrato inicial é inferior a 6 meses, tem que comunicar ao inquilino com uma antecedência de 1/3 do prazo;

     

    Se for igual ou superior a 6 meses mas inferior a um ano tem de comunicar com 60 dias de antecedência;

     

    Se for igual ou superior a um ano e inferior a 6 anos tem 120 dias e por fim igual ou acima dos 6 anos tem 240 dias.

     

    Arrendatário/Inquilino (Previsto na lei à luz do artigo 1098º)

     

    Inferior a 6 meses, tem de comunicar com uma antecedência de 1/3 do tempo do contrato.

     

    Se for igual ou superior a 6 meses e inferior a um ano tem 60 dias para informar o senhorio, sendo que se for superior ou igual a um ano e inferior a 6 tem 90 dias e por último, acima dos 6 anos tem de avisar com uma antecedência de 240 dias.

     

    Para que esta rescisão aconteça por parte do senhorio, existem algumas razões óbvias através das quais se pode justificar:

     

    1) Necessidade de habitação para o próprio ou pelos seus descendentes em primeiro grau;

    2) Demolição ou reestruturação do espaço através de obras que obriguem à desocupação do mesmo.

     

    contrato-de-arrendamento-tudo-o-que-deve-saber-2.j

    As rendas mais caras e mais baratas em Portugal

    No que toca a arrendamento as pessoas gostam sempre de andar bem informadas relativamente às rendas mais baratas e mais caras em Portugal. Hoje aqui pelo N dicas vamos desvendar alguns locais onde as rendas em Portugal são mais baratas e vamos apontar alguns distritos onde as rendas das casas sobem de forma abrupta.

     

    A nível de procura, Leiria é um dos distritos onde a renda mensal da casa é mais barata, com um mínimo de 200€ e uma média de 339 euros. Já a renda mais alta em Portugal encontra-se em Lisboa nos valores de arrendamento nos 600 euros.

     

    as-rendas-mais-baratas-e-mais-caras-em-portugal.jp

     

    Para quem procura especificar o valor das rendas na Capital, é certo que Arroios é a freguesia mais barata em Lisboa com uma média de 400 euros e as Avenidas Novas é o local mais caro cm um máximo de renda a rondar os 1800€.

     

    Subindo um pouco no mapa para o grande Porto, o distrito de Felgueiras é um dos que apresenta a renda mais baixa da cidade Invicta, com uma média de 225€, enquanto que a União de freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde dispõem da oferta de renda mais elevada, no valor de 1691€. Para procura casa com renda barata na zona Norte, é aconselhável fazer uma pesquisa nas freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória por 225€.

     

    Quanto ao distrito de Faro, Albufeira é a zona mais barata por 418€, enquanto Loulé apresenta a renda mais cara a rondar os 777 euros.

     

    A instabilidade do mercado de arrendamento faz com que exista esta disparidade entre o preços da oferta com o preço da procura. No entanto, aconselhamos a que não se precipite na compra ou arrendamento da casa e que faça uma boa pesquisa. No meio de tantas casas certamente vai encontrar alguma à sua medida.

     

    rendas-mais-baratas-e-mais-caras-em-portugal-quais